Standard Bank Angola lança o projecto “Heróis de Azul”

No âmbito da sua responsabilidade social, o Standard Bank Angola S.A, lança o projecto “Heróis Azul”. Este projecto reúne vários voluntários, de diferentes áreas
standard

No âmbito da sua responsabilidade social, o Standard Bank Angola S.A, lança o projecto “Heróis Azul”. Este projecto reúne vários voluntários, de diferentes áreas de actuação, de forma a ir de encontro a comunidades mais carenciadas, com o intuito de abordar, especificamente, necessidades básicas de educação, saúde e empreendedorismo social.

O projecto “Heróis de Azul” surge na sequência do elevado apoio prestado pelo banco a hospitais e organizações de profissionais de saúde, que já realizavam acções nas comunidades mais desfavorecidas, mediante o desenvolvimento de campanhas de entrega de medicamentos, equipamentos e, não menos importante, material consumível. 

O objectivo do projecto d “Standard Bank Angola S.A é o de melhorar de forma significativa a qualidade de vida das comunidades, dando-lhes ferramentas e oportunidades. O apoio prestado passará a ser feito com maior frequência, devido aos desafios que se vão constatando em cada missão levada a cabo, e também devido à aquisição da “Clínica Móvel”, que levou a uma melhoria do apoio prestado nas zonas rurais.

Os “Heróis de Azul” contam, actualmente, com uma ambulância e centenas de voluntários, nos quais se encontram colaboradores do “Standard Bank” de Angola. Desde o inicio de Dezembro de 2020 que o projecto de prestar serviços a comunidade impactou cerca de 30.000 vidas. Este impactou surtiu através da realização de consultas médicas e orientação para saúde, palestras, entrega de donativos diversos, recuperação de infraestruturas, realização de torneios interescolares, entre vários outros.

Segundo a direção, daquele que é considerado um dos maiores bancos de Angola, “são vários os desafios enfrentados, pelo que continuamos a privilegiar as parcerias para que possamos ver materializados os propósitos em benefícios dos mais carenciados, promovendo uma actuação coordenada e equilibrada, tendo uma atenção especial à não sobreposição, e, muito menos, sobrecarga, de nenhum dos interveniente, com vista a ampliar o impacto social”.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Publicidade

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

To use social login you have to agree with the storage and handling of your data by this website. %privacy_policy%

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

pt_PTPortuguese
Close