‘Sempre achei que literacia financeira fosse uma necessidade’, Hermano Juvane, Economista

A melhor forma de aprender é ensinando. A frase não é de Hermano Juvane, mas podia ser. O economista moçambicano decidiu criar um podcast,
Hermano juvane

A melhor forma de aprender é ensinando. A frase não é de Hermano Juvane, mas podia ser. O economista moçambicano decidiu criar um podcast, tendo encontrado na literacia financeira uma solução e não um problema. De um gosto pessoal, o financeiro criou o “Mano Juvane”. Este podcast, focado no ensino de Educação Financeira, conta ao “Marcas por Escrever” como é que tudo está a acontecer.

Como é que surgiu a ideia de criar um podcast?
Eu decidi criar o podcast porque sempre achei que literacia financeira fosse uma necessidade, na nossa cultura. No meu tempo livre gosto muito de ler sobre este tema. Eu sou admirador de grandes autores como Dave Ramsey, Larry Burket, Phil Town e Warren Buffet. Já li muitos testemunhos de casamentos reconciliados, de gente com salário de classe média que acumularam milhões de dólares de riqueza, e de gente extremamente endividada que atingiu a liberdade financeira. Isto tudo, graças a aplicações consistentes de princípios financeiros. Os judeus são 1% da população global mas, mais ou menos, 25% da população dos bilionários, a nível mundial, são judeus. Isso também graças à literacia financeira que é passada de geração a geração. Os judeus também aplicam bons princípios financeiros que a Bíblia ensina. O meu sonho é de transmitir este conhecimento e princípios à minha geração.

A comunicação financeira é bastante técnica. Neste caso, ter uma linguagem simples assume especial relevância?
O Albert Einstein dizia que se alguém não consegue explicar ou ensinar uma certa matéria de forma simples, pode significar que não a domina. Segundo as estatísticas da USAID, a taxa de alfabetização em Moçambique é de apenas 47%. Quanto mais simples for a linguagem, mais pessoas poderão perceber e aprender algo complexo. Usar linguagem simplificada é determinante para chegar a mais pessoas

Qual é que foi o maior desafio ao construir esta peça de comunicação?
A criação de podcasts com sucesso requer muita pesquisa. É importante perceber o seu público alvo e dedicar tempo para produzir conteúdo regularmente. Diria que o maior desafio é estar constantemente a produzir conteúdo interessante, principalmente porque já há muita coisa a nível mundial.

A criação de podcasts com sucesso requer muita pesquisa. É importante perceber o seu público alvo e dedicar tempo para produzir conteúdo regularmente.

Hermano Juvane

Qual é o público alvo do Mano Juvane?
As estatísticas indicam que a faixa etária dos ouvintes do meu podcast estão entre os 25 e 45 anos de idade. Notei que há também muita gente na faixa etária acima dos 65 anos que acompanha os podcasts. Para ser mais especifico, pretendo atingir gente que:

  • Pretende reconciliar os seus casamentos com desafios, devido ao mau planeamento financeiro;
  • Está extremamente endividada;
  • Tem fundos de poupança e está à procura de informação sobre estratégias de investimento;
  • Tem planos de poupar e investir fundos para posteriormente investir na educação dos seus filhos;
  • De classe média e classe média alta, com ambição de aumentar o seu património líquido.

Sente que faltam produtos deste género no mercado moçambicano?
Moçambique é uma economia de classe baixa. Naturalmente a oferta de produtos e serviços no sector financeiro é bem mais limitado do que em países mais desenvolvidos como a África do Sul ou a Nigéria. Os principais produtos de investimento no nosso mercado são depósitos a prazo, bilhetes de tesouro, obrigações corporativas e do Governo, assim como acções das empresas. O nosso mercado tem limitações de títulos de investimento como fundos mútuos e fundos de índice.

Naturalmente a oferta de produtos e serviços no sector financeiro é bem mais limitado do que em países mais desenvolvidos como a África do Sul ou a Nigéria.

Hermano Juvane

A língua é uma entrave? O podcast está em inglês, mesmo sendo Moçambique um país de língua oficial portuguesa. Prefere conteúdo em português ou em inglês?
As estatísticas dos podcasts indicam que o meu público alvo está concentrado em Moçambique, África de Sul e Estados Unidos. Naturalmente, ao produzir o conteúdo em inglês, atinjo mais mercados. Estou ciente que há muita gente interessada em ter o conteúdo em português. Assim que for concretizável, poderei produzir conteúdo em ambas as línguas.

Ouvir o Podcast The Mano Juvane Podcast

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Publicidade

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

To use social login you have to agree with the storage and handling of your data by this website. %privacy_policy%

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

pt_PTPortuguese
Close