Kelvin Nhantumbo, realizador: ‘Cor é vida’

Criar a experiência de uma marca vai muito além da relação entre o produto e o consumidor. As activações de marca, o atendimento ao
kelvin

Criar a experiência de uma marca vai muito além da relação entre o produto e o consumidor. As activações de marca, o atendimento ao cliente, a acessibilidade da compra e a tão sedutora publicidade. Agora, quais é que são os ingredientes para tornar um spot publicitário mais interessante, indo além da evidente narrativa? Através da cor.

A resposta não é nossa, é de Kelvin Nhantumbo, realizador moçambicano e uma das grandes referências, no que toca à edição de vídeos e de coloração. Sentámo-nos com o filmmaker para perceber de que forma é que a cor se transforma em vida e… em publicidade.

Porque é que a coloração é tão importante?

Cor é vida. Existe em tudo o que nos rodeia. Representa sentimentos, ideias, ideais, culturas, etc. Quando olhamos para o vermelho da Coca-Cola, o amarelo do McDonalds, o azul do Facebook, não só nos ajuda a identificar, mas também nos sintoniza ao posicionamento da marca.

A importância da correção de cores resume-se em duas partes, a primeira é o lado técnico que permite-nos harmonizar/combinar shots que, por qualquer motivo, foram filmados em ambientes, horários ou locais diferentes, mas fazem parte da mesma sequência. A segunda é a parte artística, em que a correção de cores funciona como uma ferramenta para transmitir um sentimento, por exemplo: um filme com uma coloração azulada ou dessaturada, remete-nos a dramas, suspenses ou thrillers, com coloração saturada ou quente, remete-nos à acção, romance ou comédia.

Quando editas, esse é o momento que te dá mais gozo ou até mesmo que achas mais decisivo na finalização de um anúncio?

Sim, principalmente quando são projectos em que também participei como director de fotografia, porque é um momento de afirmação de todas as decisões feitas durante a produção, no que diz respeito ao lado visual de um anúncio. É o momento que se dá aquele ‘’txam’’ que, quando bem feito, é a cereja no topo do copo.

Há aquele lugar comum de que o conteúdo africano tem aquele tom laranja. Porque é que isso acontece?

Tal como mencionei na importância da correção de cores, cor também representa cultura. A cultura africana, talvez por causa do clima quente/tropical é sempre representada e associada a cores quentes, assim como a europeia é grande parte das vezes representada por cores frias. De alguma forma já esta no nosso subconsciente essa associação, e bons artistas fazem uso dessas associações para manipular o cérebro da sua audiência e transmitir da melhor forma possível um determinado sentimento.

Como é que se constrói sensibilidade para editar cor? Quais é que são as influências?

Ter um monitor calibrado e que permite ver cada nuance e alteração feita é indispensável, mas o especto mais importante é a prática constante. Analisar trabalhos de coloristas renomados também ajuda a ver combinações que quebram as barreiras do que é considerado normal, e por último, ter um grande conhecimento técnico, porque um colorista de cores tem que estar preparado para lidar com câmaras, formatos de gravação, formatos de ficheiros, e espaços de cores diferentes.

Conheça o trabalho do Kelvin aqui. Abaixo, também poderá ver alguns exemplos.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Publicidade

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

To use social login you have to agree with the storage and handling of your data by this website. %privacy_policy%

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

pt_PTPortuguese
Close